Tiago Bettencourt – O Jardim

Quero-te regar, minha flor
Quero cuidar de ti
Deixa-me entrar no jardim
Deixa-me voltar a dormir
Quero-te regar, minha flor
Dar-te de novo a paz que perdi
Quero desvendar a parte triste que há em ti

Deixa-me existir no espaço novo que acordaste em mim
Não vês que é de nós o jardim que nos fez
Não vês que é para nós o jardim que nos faz
Ah, olha, que este frio faz tremer
Ah, fica e faz voltar o que tens
E que é meu

Não vês que é de nós o jardim que nos fez
Não vês que é para nós o jardim que nos faz
Ah, olha, que este rio faz crescer
Ah, fica e faz voltar o que tens
Porque é meu
Porque é meu
Porque é meu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *