Nena – Portas do Sol

Não me dás um sinal
Vou pela marginal a olhar pro rio

Ouço a rádio a dar
E está a tocar, o que nos uniu
Passo pelo Chiado,
História em todo lado, o que tremeu
Um dia meu amado
Agora passado, no Rossio

Quer tu esqueças ou guardes
Mais cedo ou mais tarde
vais te lembrar

Que fomos como Lisboa
E se isto não soa
Bem então não sei
O que mais irá
O que mais virá

Vimos esta paisagem
Como uma miragem, mas não foi

Ali no miradouro
Das portas do Sol
Um “nós” surgiu

Canto agora em Sintra, e mesmo que minta
Diz se aí
Que esta frase que digo, de coração partido,
É pra ti

Quer tu esqueças ou guardes
Mais cedo ou mais tarde
vais te lembrar

Que fomos como Lisboa
E se isto não soa
Bem então não sei
O que mais irá
O que mais virá

E tu estás cá ou estás fora
Um antes no agora
Em postal

Diz ”não gostes de alguém,
Que sonha pra além de Portugal”

Quer tu esqueças ou guardes
Mais cedo ou mais tarde
vais te lembrar

Que fomos como Lisboa
E se isto não soa
Bem então não sei
O que mais irá
O que mais virá

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *