Tainá – Voa

Um dia a vida me disse
Que pra ser irmão não precisa ser de sangue
O amor não tem limites
É alicerce quando sou tão inconstante

Põe a tua mão na minha
Que eu te ensino a dançar
Quando um cai, outro levanta
Esse é o passo da vida
Voa passarinho

Voa
Pousa em minha casa quando precisar de mim
Voa
Leva em tuas asas a coragem que eu te dou
É a nascente do amor

Um dia a vida me disse
Que existe amigos mais chegados que irmãos
E a distância nem me assusta
O que é puro tem formato de união

Põe a tua mão na minha
Que eu te ensino a dançar
Quando um cai, outro levanta
Esse é o passo da vida
Voa passarinho

Voa
Pousa em minha casa quando precisar de mim
Voa
Leva em tuas asas a coragem que eu te dou
Voa

Voa
Leva em tuas asas a coragem que eu te dou
É a nascente do amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *