Paulo Novaes – Deixa A Luz Entrar

Quando a ansiedade nos sufoca demais
Fica tão difícil ver o tempo passar
Vejo os pensamentos congelados no ar
Como numa estrada que não tem pra onde chegar
Nessas horas é preciso respirar

Fecha os olhos e esqueça onde está
Deixa o grito do silêncio falar, ouça, ouça
Abra as portas e as janelas do lar
Deixe a luz do sentimento entrar, dentro, dentro

Todo pensamento que vier é passageiro como o vento, vento
Quando a minha alma cala é quando encontro o senhor do tempo, tempo

Quando a ansiedade nos sufoca demais
Fica tão difícil ver o tempo passar
Vejo os pensamentos congelados no ar
Como numa estrada que não tem pra onde chegar
Nessas horas é preciso respirar

Fecha os olhos e esqueça onde está
Deixa o grito do silêncio falar, ouça, ouça
Abra as portas e as janelas do lar
Deixe a luz do sentimento entrar, dentro, dentro

Todo pensamento que vier é passageiro como o vento, vento
Quando a minha alma cala é quando encontro o senhor do tempo, tempo

Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar
Deixa a luz entrar

Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa, deixa)

Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)
Deixa a luz entrar (deixa a luz entrar)

Fecha os olhos e esqueça onde está
Deixa o grito do silêncio falar, ouça, ouça
Abra as portas e as janelas do ar
Deixe a luz do sentimento entrar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *