Capitão Fausto – Amor, A Nossa Vida

Amor, a nossa vida andava torta desde o verão
Lançava-se à corrida mas perdeu a direcção
Perdeu porque à partida nos faltou respiração
E na primeira curva, amor, ficámos sem, ficámos sem pulmão

Já ‘tou por tudo
Ninguém sabe ao certo o que é viver neste Entrudo
Tentar ficar perto, ter um peito que é mudo
E quer ser aberto até que acaba estourado
Eu fico em qualquer lado, não vou saber mudar

Quando é que essa partida nos deixou na contramão?
Porque é que o nosso amor tem de acabar num abanão?
Por mim voltamos a tentar com mais dedicação
Até que a nossa vida, amor, se veja livre desta maldição

Já ‘tou por tudo
Ninguém sabe ao certo o que é viver neste Entrudo
Tentar ficar perto, ter um peito que é mudo
E quer ser aberto até que acaba estourado
Eu fico em qualquer lado, não vou saber mudar

Não vou saber mudar
Não vou saber mudar
Não vou saber mudar
Não vou saber mudar
Não vou saber mudar
Não vou saber mudar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *