Filipe Toca – 8ª Maravilha

Quando eu encontrar o amor
Não vou deixar passar
Eu faço o que for
Eu quero me jogar
Pra ver se vamos nus
Vestir de uma só cor
Dizer adeus ao mal
E ‘oi’ pra todo amor
Sua boca é um monumento
Nesse mundo meu
Nem as pirâmides do Egito
Machu Picchu, nem o Coliseu
Quem rouba a cena é você
Quem rouba a cena é você
A oitava maravilha é um beijo seu
Me dá, quem sabe eu descubro onde o amor se escondeu
Quando eu encontrar o amor
Não vou deixar passar
Eu faço o que for
Eu quero me jogar
Pra ver se vamos nus
Vestir de uma só cor
Dizer adeus ao mal
E ‘oi’ pra todo amor
Sua boca é um monumento
Nesse mundo meu
Nem as pirâmides do Egito
Machu Picchu, nem o Coliseu
Quem rouba a cena é você
Vem, se esconde pra ninguém nos ver
Nem me explique, não quero entender
A oitava maravilha é um beijo seu
Me dá, quem sabe eu descubro onde o amor se escondeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *