Chula Rock Band – Bom dia

Bom dia
Hoje o sol saiu lá fora
Nos sorrisos de quem vê
Sem mentiras vou-me embora
Espero a lua nascer
Hoje eu não trago sozinho
Esse maço, solidão
Ou eu volto no caminho
Ou descubro que
Eu que não sou de ninguém
Me acostumei a ser seu

Bom dia
De hoje em diante eu brindo à vida
Me destruo e me refaço
Sem remorso ou despedida
Faço as linhas ao meu modo
Quanto tempo eu fiquei longe
Eu já nem sei mais o que sou
Quem sabe a gente se encontre
Pra descobrir que
Eu que não sou de ninguém
Me acostumei a ser seu

Entre trago, copos e lições
Romances, beijos e arranhões
Eu me apego em ti na contramão
Eu destruo e vingo a ilusão
Sem controle, nexo ou razão
A queda, o gesto e o arrastão
Eu dissipo tudo que sugar
Eu descubro um jeito de amar
Sem você, dia bom não existiria
Eu te confesso, amor
Bom dia
Bom dia
Bom dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *