IRMA – Da Mesma Pele

Somos da mesma pele, ai, ai
Eu já nem sei quem sou
Penso em ti tantas vezes, ai
E nem sei se é amor

Toco na tua pele, ai, ai
Somos da mesma cor
Eu não sinto que é ferida
Mas sei que há uma dor

É por estar em pedaços
De não poder juntar
Um amor que transborda
E que não vai formar
Um pedaço de quadro
Que eu quero pintar

Mas eu não te vou largar
Eu não te vou largar
A mão, não, não, não, não

Eu não te vou largar
Eu não te vou largar
A mão, não, não, não, não

Somos da mesma pele, ai, ai
Tu és parte de mim
Penso em ti tantas vezes, ai
Se isto terá um fim

Sei que sou complicada, amor, mas
Sou sítio de morar
Perde um tempo comigo
P’ra te poder contar

Que é por estar em pedaços
De não poder juntar
Um amor que transborda
E que não vai formar
Um pedaço de quadro
Que eu quero pintar

Mas eu não te vou largar
Eu não te vou largar
A mão, não, não, não, não

Eu não te vou largar
Eu não te vou largar
A mão, não, não, não, não
Eu não vou, não

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *