Diabo na Cruz – Procissão

Tens o teu fardo
Todo o cuidado
Tens o motivo
E a lucidez

Tens a atitude
O cartão do clube
Tens a medalha
De empregado do mês

Tens o momento
Tens o talento
Cara e coroa
Na palma da mão

Tens o sorriso
O que é preciso
Consegues sapatear
Correr e saltar
De pés bem assentes no chão

Vê lá
Não queiras ficar
Tão a jeito de acabar ultrapassado
A via é longa
Há muito pra andar
Ainda a procissão vai no adro

Tens tinta a óleo
Tens portfólio
Cred. de rua
Recomendações

Tens apetite
Tens o convite
E GPS com as indicações

Já tens dois pares
Vês a sequência
Vais a caminho de um Flush real

Tens o paleio
O palmo e meio
Conheces os corredores
Aromas e cores
De norte a sul de Portugal

Vê lá
Não queiras ficar
Tão a jeito de acabar ultrapassado
A via é longa
Há muito pra andar
Ainda a procissão vai no adro

Vê lá
Não te deixes ficar
Tão a jeito de acabar ultrapassado
O trilho é escuro
Tudo pode mudar
Ainda a procissão vai no adro

Vê lá
Não queiras ficar
Tão a jeito de acabar ultrapassado
A via é longa
Há muito pra andar
Ainda a procissão vai no adro

Vê lá
Não te deixes ficar
Tão a jeito de acabar ultrapassado
O trilho é escuro
Há que desbravar
Ainda a procissão vai no adro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *