Salvador Sobral – Prometo Não prometer (com Luísa Sobral)

Pede-me que não te beije
Pede-me que não te olhe
E por mais difícil que isso possa ser
Posso tentar prometer

Pede-me que não te cante
Em cada letra que escrever
E por mais difícil que isso possa ser
Posso tentar prometer

Só não me peças, meu amor, que te esqueça
Que te deixe de querer
Porque isso, meu bem
Não se pede a ninguém
E eu prometo não prometer

Pede-me que não te sonhe
E deixo de adormecer
E por mais difícil que isso possa ser
Posso tentar prometer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *