Sopa de Pedra – Já os Galos Cantam

já os galos cantam
ó meu amor vai-te
como me hei-de ir
Coração deixar-te

d’uma mãe que tens
vai-ma lá chamar
as dores são tantas
que eu estou a findar

levante-se ó mãe
do doce dormir
que a menina branca
tem dores de sair

se quer parir que o para
saia um varão

qu’arrebente logo pelo Coração

a meio caminho
os sinos a dobrar
logo a velha mãe
pôs-se a chorar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *