Paulo Novaes – Barco da Alma

Eu to precisando de mais umas cinco horas no meu dia
É que eu to achando que esse tempo não suporta a minha correria
Bem que eu precisava dar um tempo de São Paulo, ir pra Bahia
Mas é tudo ou nada nesse mundo que maltrata quem vive de poesia

Não dá pra viver
Preciso escolher
O que é que eu vou fazer pra decidir?
Meu futuro em jogo
Esse impasse que insiste em existir em mim

Eu não tô legal
Mas não é normal
Nunca foi comum ser triste assim
Tão misterioso
Esse troço que persiste em se instalar em mim

É a falta de tempo pra pensar
É a busca incessante por amar
É o peito que arde sem cessar
É barco da alma a navegar

É saudade de um tempo que passou
É a culpa do erro que marcou
É medo do escuro que chegou
É a voz do do sorriso que calou

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *