Cuca Roseta – Balelas

Ando feita ao bife
Com este xerife
Armado em patife
Com seu ar naif
Conversa para cá e
Conversa para lá
Vai passando graxa
Conversa de chacha

Agora é que são
É que vão ser elas
Agora é que são
É que vão ser elas
Balelas, balelas, balelas
Balelas, balelas, balelas

Ora vira o disco
Ora toca o mesmo
Já não corro o risco
Já não corro a esmo
Já são muitos anos
Virei muitos frangos
Chega-me a mostarda
E não baixo a guarda

Agora é que são
É que vão ser elas
Agora é que são
É que vão ser elas
Balelas, balelas, balelas
Balelas, balelas, balelas

Tira o cavalinho
Da chuva e olha
Quem com fogo brinca
Um dia ainda se molha
Acabou-se a trela
Se queres ter abébia
Toma lá cautela
Junta água e bebe-a

Agora é que são
É que vão ser elas
Agora é que são
É que vão ser elas
Balelas, balelas, balelas
Isto tudo são

Balelas, balelas, balelas
Palavras em vão
Balelas, balelas, balelas
Isto tudo são
Balelas, balelas, balelas
Mas comigo não

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *