Anavitória – Sideral

Comandando uma astronave rasgando o céu
Vou pisando em estrelas, constelações
Deixo longe o mundo aflito e a bomba H
Corpo livre no infinito eu vou na estrada do sol

Traço o rumo dos meus passos na solidão
Ganho espaço nas revistas, televisões
Mas os homens se destroem nas guerras vãs
E vão no pó dos sonhos em nome do amor
Eu vou colorindo de vermelho esse céu azul
Minha nave é um espelho rebrilha o sol
Pela trilha da esperança cantando o amor e a paz
Eu vou cantando o amor e a paz
Eu vou cantando o amor e a paz
Eu vou cantando o amor e a paz

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *