Antonio-Zambujo-1

Portugal e a MPB | Mais 8 versões portuguesas de músicas brasileiras

 

Quem acompanha a Aldeia sabe que nada nos agrada mais do que essa troca de sotaques e esse misto de vocabulário que a língua portuguesa nos permite. Como é bom ouvir canções que nos marcaram e marcam cantadas por irmãos do outro lado do oceano. Como é bom saber que ritmos e letras que são importantes para nós também o podem ser para pessoas com outras culturas, outras vivências, outra História.

Continuamos a seguir juntos esse belo caminho que a lusofonia tem traçado para nos presentear: hoje com mais 8 versões portuguesas de músicas brasileiras. Apaixonem-se!

1) No ano em que completa 60 anos (2017), Paulo Gonzo lança um álbum cheio de músicas surpreendentes como a que abre o nosso artigo. Amor Maior, que tocou repetidamente por todo o Brasil na composição e voz dos Jota Quest em 2003, não só foi revisitada pelo cantor português na parceria com a fadista Raquel Tavares, como virou música de abertura de uma novela com o mesmo nome, na SIC.

2) Foi em Maio de 2017 que Salvador Sobral encheu os ouvidos e corações de toda a Europa e de várias parte do Mundo com a sua participação (e primeira vitória de Portugal) no Festival Eurovisão da Canção com o tema Amar pelos Dois, composto pela irmã. Desde então não paramos de ouvir as maravilhas que o cantor nos proporciona, como esta bela versão de um tema composto e lançado por Dorival Caymmi em 1952.

3) Esta é “só” mais uma desse álbum incrível que António Zambujo gravou em homenagem a Chico Buarque. O disco do cantor português, Até pensei que fosse minha, está nomeado para o Grammy Latino de “Melhor álbum de música popular brasileira” em 2017.

4) 2017 está a ser definitivamente um grande ano para a lusofonia. Os D.A.M.A, grupo português de estilo boys band, o iniciaram com uma novidade no mínimo carinhosa: uma versão da música Garotos, do Leoni (1993), com um toque mesmo português. A música cantada por esses “Miúdos” chama-se assim mesmo. Ora vejam.

5) Já no finalzinho de 2016, a fadista Gisela João nos presenteia com um álbum ponteado aqui e ali com belas versões de músicas de sempre e para sempre. A cantora portuguesa não disfarça o seu gosto pelas canções do brasileiro Cartola e faz-lhe esta bela homenagem. Para referência, a primeira gravação comercial deste tema foi feita pela sambista Beth Carvalho em 1976.

6) Em 2015, Carminho foi convidada para juntar-se a um elenco de estrelas na homenagem do Sambabook a Dona Ivone Lara. Com Hamilton de Holanda no bandolim e um coro belíssimo, bem, não precisamos de mais palavras. É só ouvir e repetir vezes sem conta.

7) O The Voice surpreende muitas vezes e pelo mundo inteiro, não é mesmo? Bruno Vieira não fez diferente na sua apresentação numa gala da versão portuguesa do programa em 2014, cantando Vinicius de Moraes e Tom Jobim. Coisa linda!

8) O rapper Jimmy P conseguiu dar uns passos além na surpresa que causou na Aldeia. Em 2013 ele agarrou na música lançada em 2008 pelos Da Guedes (grupo gaúcho de hip hop) e depois de a adaptar transformou-a num dos grandes sucessos desse ano, com mais de 2,3 milhões de acessos no YouTube (áudio original). 

E então, gostaram?
A minha pátria é, e sempre será, a língua portuguesa. Viva!

 

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *