Vanessa Da Mata – Caixinha de Música

Um segundo
Foi o que precisou
Pra mudar como eu estava
Eu já não queria amar mais
Voltei a cantar

Um segundo do seu olhar profundo
Foi o que precisou pra me salvar de onde eu estava
E a perceber coisas belas que eu não cultivava mais

Um dia distraída
O céu claro
Um tom de âmbar
Um rosto limpo,
Um novo clima

A companhia é tudo
Tem gente que faz destruir
Ele me fez melhorar

Um segundo
Foi o que precisou
Pra mudar como
Eu estava
Eu já não queria amar mais
Voltei a cantar
Voltei a cantar

Um segundo do seu olhar profundo
Foi o que precisou pra me salvar de onde eu estava
E a perceber coisas belas que eu não cultivava mais em mim
Eu não me permitia mais
Voltei a cantar
Ele me fez melhorar
Eu voltei a cantar
A ressoar como uma caixinha de música
E eu voltei a cantar

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *