Emicida, Rael, Capicua – Ideal (Língua Franca)

Letra e Vídeo Oficial de “Ideal” do Projeto Língua Franca com Emicida, Rael, Capicua.

[Refrão: Rael]
Não tem padrão nem clichê
A minha visão, é livre!
Há quem, diga, que minha vida
Pra você não é ideal
Ideal, ideal, ideal…
Mas vem comigo que eu te passo a visão

[Verso 1: Capicua]
És como sorvete, eu quero sorver-te
Eu quero derreter-te e ter-te por perto
Mas tu não sabes disso, que eu nunca te disse
Mas também não é preciso: olha o meu sorriso
É chocolate e menta, batimento aumenta
Tu deitas pimenta, e a receita bate certo
Mas sem compromisso que eu não gosto disso
É que o abstracto nisto, vai ser muito mais concreto

[Verso 2: Rael]
Olha os discos na minha prateleira, Thelonious Monk
De contra-cultura maneira, que nem os punk
Mostrando a visão verdadeira, que não te tranque
Cê é louco cachorreira, Perera Funk
Te tiro de toda a sujeira… virtual
Te faço uma rima ligeira… marginal
Você se derrete inteira… natural
Tá bom, já entendeu que o meu mundo é ideal

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *