A Banda Mais Bonita da Cidade – Tempo

Tempo posso te pedir um segundo?
Fique um pouco, fique um pouco mais
Sei não sou tão paciente contigo
Que fique um pouco, fique um pouco mais

Que enquanto esqueço lá fora
Passa por dentro outra hora
Reconstituo o que se desfaz
Passe devagar pra mim
Devagar por mim

Tempo eu te confesso
Sempre o quanto mais te quero
És tão cruel

Quando o mundo se esquece de nós
E a gente fica um pouco
Fica um pouco aflito
Sem versar, sem ver céu
Sem ventar à deriva no mar de papel

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *