Mayra Andrade – Dimokransa

Letra da música Dimokransa, da cantora cabo-verdiana Mayra Andrade

Kantádu ma dimokrasiâ
Ma stába sukundidu
Ma tudu dja sai na kláru
I nós tudu dja bira sabidu
Kada um ku si maniâ
Fla rodóndu bira kuadrádu
Kada um ku si tioriâ
Poi razom pendi di si ládu
Ti manel bira mambiâ
Ti lobu bira xibinhu
Ti flánu ta faze majiâ
Ta poi grógu ta bira vinhu
Mintira pom di kada dia
Verdádi ka s’ta kontádu
Nós tudu bira só finjidu
Ku kombérsu di dimagojiâ
Vida bira simplismenti
Konsedju bira ka ta obidu
Tudu é agu na balai frádu
É rialidádi di oxindiâ
Maioriâ sta tudu kontenti
Ku avontádi na dimokrasiâ
Fládu fla ka tem simenti
Dipós di sábi móre é ka náda
Inglés bem toma si tchom
Sam-fransisku bira más sábi
M-kré odja róstu-nhu djom
Ta ri ku si kumpadri
Dja skesedu di pepé lópi
Bá rabuskádu nhu diogu gómi
Rasusitádu nhu kraveru lópi
Ka ta konxedu inásia gómi
Ali bem témpu ditádu-nhu náxu
Ta bira sima juís di mininu
Gentis djunta grita abáxu
É kabésa ki dja perde tinu

Democracia Torta (?) (Tradução PT)

Cantou-se que a democracia
Estava escondida
Mas tudo já está claro
E nós todos já temos conhecimento
Cada um com sua mania
Fala redondo, vira quadrado
Cada um com sua teoria
Põe a razão a seu favor
Tio manel virou mambiâ
Ti lobo virou xibinhu
Tio fulano faz magia
Transforma grogue em vinho
Mentira pão de cada dia
A verdade não está sendo contada
Nós todos viramos fingidos
Com conversas demagogas
A vida virou simplesmente
O conselho não está sendo ouvido
Tudo é água em balaio furado
É a realidade de hoje em dia
A está toda contente
À vontade na democracia
Falar por falar não tem semente
Depois de ser feliz, morrer não é nada
Os ingleses vieram e tomaram sua terra
São francisco virou melhor
Eu quero ver o rosto do senhor joão
Rindo com seu compadre.
Já se esqueceu do pepé lópi
Foi recuperado senhor diogu gómi
Ressuscitado senhor kraveru lópi
Não seria conhecida inásia gómi
Foi-se o tempo dos ditados do senhor náxu
Vira igual ao juízo de criança
Todos juntos gritam baixo
É cabeça que já perdeu o tino

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *