Rael – Aurora Boreal

Chegando ela me trouxe
A brisa pura de um cheiro doce
Beleza natural
Aurora boreal
Enfeita a noite

Até podíamos ser
Mais que um casal
Não só marcar encontro pelo ponto carnal, é
Partir para outro ponto meio transcendental
Ter filho, casa, carro
E cachorrinho no quintal (rau!)
Mas esse mundo não é pra ela
Dentro dessa atmosfera
Ela é pique um passarinho
E gosta de voo livre
Logo eu, bem egoísta
Gosto de noite de pista
Pensei numa vida mista
E assim nunca me vi
Só dá um sinal de vista
O verso se modifica
é de uma natureza que o universo não explica
Conversas de amor
Sempre pulei dessas fita, tipo
Sai, Deus é mais
Vai morrer pra lá, zica
E mudei

Em nome do amor
Com as proteções de Jah
Aos olhos de Xangô
Odô e Iemanjá

Chegando ela me trouxe
A brisa pura de um cheiro doce
Beleza natural
Aurora boreal
Enfeita a noite

E seu jeito bem natu
Fama tu
De fato
Bem raro de encontrar
E não tem nada parecido
E tudo favorecido
Que esse meu jeito bandido
Foi fácil mudar
é um poder absurdo
Surgiu não sei como
Se vem mudar tudo
Ao redor vai se impondo
Clareia no escuro
Do céu faz seu trono
Vem poucas vezes ao mundo
é riqueza sem dono e
é de tirar meu sono e
é, é
é algo tão inusitado
Tem até me bagunçado
Se é sonhando ou acordado
E percebi que…

É real
E não é nada igual
É somente você

Chegando ela me trouxe
A brisa pura de um cheiro doce
Beleza natural
Aurora boreal
Enfeita a noite

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *