AGIR – Manto de Água feat. Ana Moura

(Ana Moura)
Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar
Olha só…

(Agir)
Olha só para nós,
Eu andava atrás do sonho
Que não ouvi a tua voz,
A chamar por mim
E a dizer que se começa também pode ter um fim
Podes dizer que eu não vi
Mas agora sei que o sonho não é sonho sem ti

E de que serve uma lição
Se não passar de hoje
De que serve uma canção
Se ninguém sequer a ouve
Então tu…

(Ana Moura)
Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar
Olha só…

(Agir)
Qual será a razão
Para eu nem sequer ligar à minha fonte de inspiração, que és tu
E eu tive uma visão
Que por este andar só me vai trazer 100 anos de solidão

E de que serve uma lição
Se não passar de hoje
De que serve uma canção
Se ninguém sequer a ouve
Olha só…

(Ana Moura e Agir)
Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar

E eu dei o nó
Para que a vida nunca leve o melhor de nós
Espero que o manto de água encontre a foz
E agora canto para ela nunca secar, para ela nunca secar

(Agir)
Então olha só
Eu sei que dói
Mas só se eu deixar
O que não mata, mói
E também destrói mas vai acabar por passar

Sim eu juro que vai
Tu mereces mais
Mas também tu só aprendes quando cais
E como o sonho não é um só…

(Ana Moura)

Olha só,
Parece que a vida passou,
Passou por nós
Deixando um manto de água na minha voz
E agora canto, para ela nunca secar, para ela nunca secar

BOTAO-SEGUE2

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *