SILVA – Sufoco

Às vezes é assim
Vai se complicar
Querer demais alguém
E se afogar
Sei que é complicado
Mas tem que haver um jeito

Ninguém é de ninguém
Pare pra pensar
O amor pra existir
Tem que respirar
Pra que tanto sufoco
Dê um tempo ao tempo

Desapego
Não desamor
Tem tanto jeito de cuidar de alguém
Se você sabe o que é amar
Nunca irá aprisionar ninguém
Melhor livre
E ser como for
Quem ama o outro não fará refém
Deixa partir quem já não quer ficar
Deixa chegar quem vai te fazer bem
BOTAO-SEGUE2

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *