A Banda Mais Bonita da Cidade – A Balada da Contramão

Essa canção é por você
Que já cansou de escutar
Esteve vivo sem viver
Mas não deixou de acreditar
E que assim como eu
Esperou mas correu
Pro dia em que alguém ousasse entrar
Fosse na contramão, na sua estrada sem chão
Descansasse a vista, pra então habitar
Habitar, habitar
Eu vou tentar mais uma vez
Por quem não pode mais tentar
Sair à noite por aí
Com pouca história pra contar
Pra quem assim como eu
Esperou mas correu
Pro dia em que alguém ousasse entrar
Fosse na contramão, na sua estrada sem chão
Descansasse a vista, pra então habitar
Pois assim como eu (pois assim como eu),
Esperou mas correu (esperou mas correu)
Pro dia em que alguém ousasse entrar
Fosse na contramão (fosse na contramão),
Na sua estrada sem chão (sua estrada sem chão)
Descansasse a vista pra então habitar

BOTAO-SEGUE2

 

 

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *