Pedro Lucas – Beatriz

Foi no chafariz no jardim
Foi assim
Como em qualquer história de amor
Ela disse-me logo que não
Foi assim
Como em qualquer negociação

Aí eu puxei da arma, do charme de então
Do perfume aprendido na televisão
E ela com medo de ser oferecida
Ofereceu-me o nome
O princípio da vida

Ela era a Beatriz
E tremer nem vê-lo
Enquanto a mão subia o cabelo
E o medo dela de ser oferecida
Pôs-se logo a andar à primeira bebida
Aos cigarros eu fui recorrer
Fui envelhecendo para não a perder
Hoje é no banco do chafariz
Que eu choro ter conhecido a Beatriz

E digo cá para mim,
Para os meus botões
Ela faz-me mal ao peito
Se há outros corações
Vou pôr a rua ao meu jeito
Mas em casa olho pela janela
E qual a provocação
A Beatriz é a mais bela
E anda só de roupão

 

Mais da Aldeia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *